Romance de L. C. Torres Araújo reúne núcleos narrativos ficcionais e reais

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

O entrelaçamento orgânico de personagens fictícios e personalidades históricas é o grande atrativo de Os Condenados, romance de L. C. Torres Araújo já disponível exclusivamente em e-book pela Amazon. Com uma narrativa envolvente e dinâmica, Araújo transporta os leitores para o sul do Brasil da década de 1960, em um contexto imaginado e verossímil que envolve ex-oficiais nazistas, a guerrilha de esquerda, grupos organizados da elite econômica e muitos outros núcleos de personagens que se movimentam pela história com agilidade, garantindo um clima de thriller e conspiração permeado por relacionamentos amorosos e familiares de características diversas.

Historiador por formação, o autor demonstra uma habilidade notável na representação das épocas e das realidades sociais e políticas. Como um recurso auxiliar, Os Condenados apresenta uma série de notas com informações históricas que se prestam não apenas como contextualização de um tempo, mas como uma segunda narrativa que transcorre de forma paralela àquela ficcionalizada pelo autor, também apoiador de Literatura RS.

Confira um trecho abaixo.

Durante alguns dias, naquele junho gelado, no alto da serra gaúcha, Rudi, conhecido na Alemanha por Rudolf Sommer, refugiou-se na bebida. Passava horas a fio com o olhar fixo no fogo da lareira. Havia sido colega de Eichmann e sua memória formatava um balanço da vida, desde a universidade, passando pela ascensão gloriosa do Terceiro Reich, até os dias atuais. O pensamento negativo atraía todo o tipo de preocupação. Ruminava acidez em relação à sua jovem mulher. Desconfiava da relação de Tonhão com Milena, mais pelas deformidades da criança que morrera do que por evidência concreta de alguma traição. Não cortou as visitas de Tonhão à sua esposa porque almejava um flagrante. Para isso, prometia generosas gorjetas para algumas empregadas. Também tinha sérias dúvidas em relação à saúde mental da caçula Giovana, presente intermediado pelo frei João Miguel, registrada como sua filha. A menina tinha três anos, não falava e seus olhos eram um pouco mais distantes um do outro do que nas outras crianças.

Rudi amenizava a solidão pensando nos outros dois filhos. Fazia muitos planos para os dois guris, Adalberto e Hugo Roque. Em 1962, com sete anos, o mais velho já assimilava bem as ideias de domínio e as escolhas do pai. Rudi raciocinava que a esperteza do primogênito permitiria, antes do previsto, que o menino fosse tomando consciência da verdadeira identidade do pai.

Sinopse
Os Condenados começa na Argentina, em 1948, quando dois generais nazistas são cercados em seu refúgio. As consequências desse confronto se intensificam no Brasil. A narrativa nos leva a conhecer de perto a disputa pelo poder e pelos sonhos, de pessoas e de grupos, dos últimos 50 anos do século passado.

Sobre o autor
Luiz Carlos Torres Araújo é gaúcho de Porto Alegre. Titulado pela Unisinos, fez da História sua profissão e da Ecologia Humana uma especialidade. Andanças e pesquisas o deixaram atento às peculiaridades culturais do nosso povo. É autor do romance A noite não termina, publicado pela Buqui em 2018.

Os Condenados
L. C. Torres Araújo
Romance
E-book
Amazon (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s