Açorianos de Literatura 2020: conheça os finalistas

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

Foram divulgados na noite de 3 de dezembro, segunda-feira, os livros finalistas do Prêmio Açorianos de Literatura de 2020. Os vencedores serão anunciados no dia 17, a partir das 20h, em evento pelo Facebook da Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães (link externo). Saiba quem são os finalistas abaixo.

Categoria Literatura Infanto-juvenil

  • Manto de coragem, de Athos Beuren, ilustrações Wellington Diaz (edição do autor)
  • Rabiscos, de Luís Dill, desenhos Fernando Vilela (EditoraPositivo)
  • Contos soturnos, de Milene Barazzetti, ilustrações Marlon Costa (Editora Alarte)

Categoria Literatura infantil

  • Problema que Bicho tem, de Caio Riter e Irana Moraes, ilustrações de Simone Matias (Edelbra)
  • A Viagem da Bruxa, de Celso Gutfreind, ilustrações de Martina Schreiner (Libretos)
  • Histórias de (não) era uma vez, de Maria Luiza Puglia, ilustrações de Martina Schreiner (Physalis)

Categoria Poesia

  • Apenas por nós Choramos, de Anna Mariano (Penalux)
  • Fabulário, de Ana Santos (Confraria do Vento)
  • Lícidas, de Leonardo Antunes (Zouk)

Categoria Conto

  • Como se Mata uma Ilha – Priscila Pasko (Zouk)
  • Os Cadernos de Solidão de Mário Lavale, de Arthur Telló (Zouk)
  • Ralé, de Flávio Ilha (Diadorim)

Categoria Crônica

  • Comigo no Cinema, de Martha Medeiros (L&PM)
  • A Porta do Chapéu , de Celso Gutfreind (Bestiário/Class)
  • Não Existe mais dia Seguinte, de Vitor Necchi (Taverna)

Categoria Narrativa longa

  • Os Donos do Inverno, de Altair Martins (Não)
  • 12 Lições, de Daniela Kern (Bestiário/Class)
  • Marrom e Amarelo, de Paulo Scott (Companhia das Letras)

Categoria Ensaios de literatura e humanidades

  • Tudo tem a ver, de Arthur Nestrovski (Todavia)
  • Literatura à Margem, de Cristóvão Tezza (Dublinense)
  • Retratos do Conto: uma reflexão crítica, de Gilda Neves Bittencourt (Appris)

Categoria Especial

  • Cem Poemas – Antologia poética do Japão, tradução por Andrei Cunha (Bestiário)
  • As Flores do Mal (Baudelaire), tradução de Eduardo Guimaraens (Libretos)
  • Rio Grande do Sul: Cultura e Identidade, de Eurico Salis (edição do autor)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s