Ariane Severo abre inscrições para Oficina de Literatura, Psicanálise e Cinema

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio

A psicanalista e escritora Ariane Severo abre nova turma para a Oficina de Literatura, Psicanálise e Cinema. As aulas iniciam no dia 9 de março, das 19 às 21 horas e durante três meses, às terças-feiras, num total de doze encontros, os alunos analisam e debatem o filme Meia-noite em Paris, de Woody Allen (seleção oficial do Festival de Cannes e Oscar de roteiro original, assistido por mais de um milhão de espectadores no Brasil).

Ariane explica a metodologia: “A oficina é um facilitador, um potencializador do processo criativo, um espaço ocupado pela experiência cultural. Exercitamos a escrita, aprendemos as técnicas essenciais da arte de escrever e desenvolvemos o nosso texto até que possamos alcançar domínio e segurança”. Os alunos recebem uma aula semanal, com o tema de aula e o de casa. Os contos produzidos são lidos no sarau online que ocorre uma vez por semana. São estudados os componentes da narrativa e os elementos que compõe o filme como: direção, direção de arte, roteiro, montagem, fotografia, trilha sonora, figurino, iluminação e tipos de planos.

Na abertura do filme passeamos pela cidade ao som do clarinetista Signey Brechet, seu ídolo musical. Paris surge numa sequência de cartões postais, do nascer ao pôr do sol. A cidade luz como personagem central, com no mínimo trinta e cinco locações para os alunos ambientarem seus contos.

O protagonista realiza uma nostálgica viagem no tempo para uma Paris onírica e mais romantizada de Ernest Hemingway, Zelda e Scott Fitzgerald, Gertrude Stein, Pablo Picasso, Salvador Dali, Luis Buñuel, T. S. Eliot, Djuna Barnes, Josephine Baker, Côco Chanel. Paris boêmia, dos anos 1920, auge da criatividade, e Paris de 1890 com outros coadjuvantes famosos como Edgar Degas, Gauguin, Tolouse-Lautrec. Também Rodin, Camille Claudel, Monet…

“O deslocamento espaço-temporal dos Estados Unidos à Europa, dos anos 2010 aos anos 1920, 1890, articula pelo menos três temas importantes: a perda da inocência e a recusa da realidade presente e a arte como antídoto contra o vazio da existência e o medo da morte.” Papel do cinema, da literatura e da arte em geral, salienta.

Sobre a professora
Ariane Severo é psicanalista e escritora. Publicou os livros Os Dois Lados do Espelho: Relato de uma Experiência em Psicanálise Vincular (2015), O Suave Mistério Amoroso: Psicanálise das Configurações Vinculares (2014), Encontros & Desencontros: A Complexidade da Vida a Dois (2010) e colaborou na obra Transmissão Transgeracional e a Clínica Vincular (2006), sem contar a publicação de diversos artigos em revistas especializadas. Lançou também o romance Nina – Desvendando Chernobyl, finalista, em 2018, do Prêmio Jabuti.

Oficina de Literatura, Psicanálise e Cinema com Ariane Severo
A partir de 9 de março, às terças-feiras, das 19h às 21h
Informações e inscrições: ahelena.rilho@yahoo.com.br e (51) 99703-8175 com Ana Helena Rilho
Vagas limitadas

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s