Poemas de aconchego

Novo livro da poeta, cronista e atriz Nora Prado é publicado pela Editora Bestiário

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Tempo, memória, brevidade da vida, amor, natureza e o cotidiano. Estes são alguns dos temas em torno dos quais orbitam os poemas de Alma das Flores, segundo livro de poemas de Nora Prado. Escritos entre 2017 e 2020, os versos trazem reflexões sobre as incógnitas desses tempos que vivemos no Brasil, o retrocesso político, social e cultural e a pandemia que tanto inquieta o nosso dia a dia desde então.

“Seus textos lembram os contos do escritor uruguaio Felisberto Hernández, onde tudo era inspiração, e o leitor sai transformado ao lê-lo. Traz um pouco do autor para sua vida e deixa um pouco de si, leitor, em seus livros. (…) A poesia de Nora dá e pede aconchego”, escreve Denise Sabino Villanova na apresentação da obra.

Confira o trecho de um poema abaixo.

Trago a meiguice das crianças para atenuar
o cinismo e a hipocrisia dos homens,
suas crueldades e bestialidades sem sentido.

Trago a delicadeza das flores para encantar
a vida e amaciar o coração empedernido
dos pessimistas, dos arrogantes e intolerantes.

Trago o pão recém-saído do forno para repartir
com a família humana sobre a imensidão da terra
e juntos alcançar o significado da palavra compaixão

Alma das Flores será lançada em evento nas redes sociais da autora no sábado, 26 de junho, a partir das 16h. Artistas, escritores e convidados participam da live com vídeos ou bate-papo.

Sobre a autora
Atriz, cronista e poeta gaúcha, Nora Prado é sócia fundadora da Cia. Megamini e produz, ao lado de Gabriel Guimard, diretor, mímico e ator, espetáculos infanto juvenis. É professora de interpretação para Teatro, Cinema e Vídeo. Publicou o livro de poesias A Espessura da Vida em 2017, com apresentação de Nayr Tesser e ilustrações da artista visual Zoravia Bettiol. Formada em Artes Cênicas pela UFRGS, atuou no Grupo TEAR de Maria Helena Lopes por oito anos, participando de montagens memoráveis. Morou em São Paulo durante 25 anos, onde trabalhou em produções de renomados diretores como Gerald Thomas, Osvaldo Gabrieli, Francisco Medeiros, Regina Galdino, Fátima Toledo, Hugo Possolo e Luiz André Cherubini. Em cinema, participou de vários filmes como atriz e como coaching, e fez preparação de elenco para Central do Brasil, O Cerro do Jarau, Dias e Noites e Kumori. De volta à cidade natal, em 2017, atuou em Latidos, de Julio Conte, dirigiu o espetáculo Lembranças no Lago Dourado, ganhou o Troféu Tibicuera por sua atuação no musical infanto-juvenil Tem Gato na Tuba e escreveu críticas de teatro para o Porto Verão Alegre e para o site Entreatos. Atualmente publica crônicas no espaço Metamorfose Ambulante do Blog Esquina Democrática e para o jornal online, via aplicativo, Viver de Verdade. Apresenta o programa de entrevistas semanal Estação Prata da Casa. Já participou como atriz nas webs séries Confessionário – Relatos de Casa, de Deborah Finocchiaro e Luiz Alberto Cassol, O Mistério do Tráfico das Virgens Mudas e Suíte Armário Dourado com o Coletivo Entrada de Emergência. Alma das Flores, com apresentação de Denise Sabino Villanova, é o seu segundo livro de poesias.

Alma das Flores
Nora Prado
168 p.
R$ 42
Editora Bestiário
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s