Projeto LI estimula a leitura e escrita interpretativa entre estudantes de Taquara

Desde junho até agosto, iniciativa vai beneficiar estudantes dos 7°, 8° e 9° anos da Escola Alípio Sperb

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Permitir que os jovens consigam desbravar o universo da leitura e escrita, descobrir novos mundos, entender um pouco mais a si mesmo e à vida, aprendendo a pensar por si. Este é o objetivo principal do Projeto LI – Leitura Integral, que realiza oficinas de leitura e escrita integral com estudantes, idealizado pela Tai Editora. Mais do que a ação de ler e de escrever, a oficina é uma tentativa de estimular o exercício da leitura e escrita pensante e de diferentes formas, seja na literatura, nos quadrinhos, no audiovisual, na música e até mesmo na mídia.

As atividades têm sido realizadas desde junho e se encerram em agosto de 2021 com os estudantes dos 7°, 8° e 9° anos da Escola Alípio Sperb, de Taquara. Devido à pandemia, as oficinas acontecem de forma remota durante o horário escolar, integrando sua grade curricular, além da entrega de materiais impressos aos alunos. Os organizadores, sabedores de que é inegável que ler e escrever faz parte do dia a dia das pessoas e, cada vez mais, é necessário que o conteúdo seja interpretado de forma adequada, o projeto vem para atender essa necessidade. “Ao trabalhar com adolescentes, observamos a necessidade de pensamento crítico, de análise sobre as suas leituras, aqui indo além de apenas livros. Queremos contribuir com esse poder de interpretação, levando os alunos a questionarem, expandirem suas ideias e criarem suas próprias escritas”, comenta Taína Lauck, uma das idealizadoras do projeto.

Reprodução

O projeto é dividido em etapas com oficinas contemplando teoria e prática referentes a cada um dos temas abordados, totalizando oito encontros. O jornalista Rafael Tourinho será o oficineiro responsável por compartilhar o conhecimento e comandar os momentos de aprendizagem. Além disso, cinco experts em suas áreas de atuação foram convidados para trazerem ainda mais informação, adequada à sua realidade profissional e contribuindo ainda mais com o debate junto aos estudantes. São eles: Ilana Lehn (poetisa, escritora e produtora de eventos literários), Lidiani Lehnen (jornalista cultural e idealizadora do site Drops do Cotidiano), Muriel Paraboni (artista multimídia, poeta, professor, crítico e curador de cinema e artes), Rodrigo Viegas (designer, produtor audiovisual e roteirista e desenhista de quadrinhos) e Thiago Henrich (músico multi-instrumentista e produtor musical). Ao final, além de todo o conhecimento que os alunos vão adquirir com as oficinas, lives e materiais complementares, ainda terão seus textos publicados em um livro digital.

A organização é de Tai Editora e Instituto Gaúcho Pró-Cidadania, em parceria com o SESC, a Prefeitura de Taquara e Escola Alípio Sperb. O Projeto LI – Leitura Integral foi contemplado no Edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado pela Secretaria de Estado da Cultura em Parceria com a Fundação Marcopolo, através da Lei Aldir Blanc.

Saiba mais sobre o LI – Leitura Integral neste site (link externo).

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s