A poética existencialista de Marli Silveira

Novo livro de poemas aforísticos e fragmentos é publicado pela Bestiário

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Já está disponível pela Editora Bestiário o livro Quantos dias cabem na noite, nova obra poética de Marli Silveira. A obra reúne fragmentos e breves poemas aforísticos que refletem sobre a existência, o tempo, desejos e memória.

Sobre a obra e a autora, Armindo Trevisan escreve: “Marli é uma Poeta inclassificável. Merece ser lida por leitores que estão persuadidos de que Poesia tem uma função neste mundo audiovisual, palavroso, e indiscutivelmente frívolo. Um mundo que despreza as intuições, que mostra uma insolente e detestável arrogância em relação ao que poderíamos designar como ‘a tangibilidade psíquica’ que consiste em atribuir a versos compostos com o coração o repúdio às amarras ideológicas, políticas, ou até sociológicas”.

Confira um fragmento abaixo:

Eu

Não nasci chorando, não creio que por falta desta força vital que nos impulsiona para fora, mas por incapacidade de sobreviver no espaço entre minha mãe e o tempo. Me pus no mundo por dentro de uma espécie de lacuna, tão tênue medida em que se perde ou se ganha a vida. Dali me insurgi contra as demoras, como se o modo pelo qual me dediquei à minha existência fosse incapaz de tolerar a espera, mas também subserviente a uma animosidade com o desnecessário.

Sei muito pouco, mas confesso que saber pouco é o mirante privilegiado para os encantamentos do mundo.

Sobre a autora
Marli Silveira (Marli Teresinha Silva da Silveira) é natural de Santa Cruz do Sul, Mestre em Filosofia (UFSM) e Doutora em Educação (UPF). Escritora, com vários livros publicados, entre os quais os três últimos: O dia da rua (Besourobox, 2018), Liberdade rasurada – narrativas de dor e liberdades (Besourobox, 2019), e Daseinspedagogia (Ape’ku, 2020). Autora de artigos e trabalhos acadêmicos. Foi secretária e coordenadora de Cultura de Vera Cruz (2005 a 2008, 2014 a 2015), Coordenadora de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura de Santa Cruz do Sul (2009-2012). Recebeu prêmios por iniciativas e projetos que têm como foco o desenvolvimento cultural, a democratização do acesso e a promoção da diversidade cultural e literária, entre os quais o Prêmio VIVA LEITURA 2016 (MinC, MEC e OEI) e o Prêmio Trajetórias Culturais Mestra Sirley Amaro 2021. Em 2017 foi eleita Patrona da Feira do Livro de Vera Cruz-RS, em 2019 Patrona da Feira do Livro de Gramado Xavier-RS.

Quantos dias cabem na noite
Marli Silveira
96 p.
R$ 36
Editora Bestiário
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s