Academia dos Psicólogos Escritores da América Latina nasce no RS

Entidade pretende visibilizar o trabalho literário e científico de seus membros

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre divulgação

A noite de 1º de dezembro de 2021 ficará marcada na história da psicologia gaúcha. A solenidade de diplomação ocorreu no formato virtual, quando 11 fundadores tomaram posse na Academia dos Psicólogos Escritores da América Latina – APEAL, sob o lema A verdadeira satisfação que usufruímos de uma obra literária procede de uma libertação de tensões em nossas mentes (Sigmund Freud, (1908[1907]). A cerimonialista convidada foi a professora, tradutora e escritora Andrea Barrios. Estiveram presentes convidados, familiares e autoridades.

A APEAL tem como objetivo dar voz, divulgar e expandir as produções científicas e literárias dos colegas psicólogos escritores, poetas e ensaístas. A palavra, quando transformada em escritura, possibilita novos sentidos e, sobretudo o sonhar, da mesma forma que a idealizadora e Presidente da APEAL, Eliane Tonello, o fez, ao pensar na criação desta entidade.

A 1ª Diretoria é composta pelos seguintes membros:

Eliane Tonello – Presidente – Patrona da cadeira nº 1

Adriana May Coutinho Mendonça – Presidente de Honra e Patrona da cadeira nº 2

Iara Camarata Anton – Presidente de Honra e Patrona da cadeira nº 3

Berenice Sica Lamas – Presidente de Honra e Patrona da cadeira nº 4

Paulo Monteiro Ferraz – Vice – Presidente e Patrono da cadeira nº5

Magda Medianeira de Mello – Secretária e Patrona cadeira nº 6

Kenny Gabriel Teschiedel – Bibliotecário e Patrono da cadeira nº 7

Caroline Lima Silva – Tesoureira e Patrona da cadeira nº 8

Julio Cesar Walz –Presidente do conselho Fiscal e Patrono da cadeira nº 9

Ione Russo – Vice-presidente do Conselho Fiscal e Patrono da cadeira nº 10

Kátia Bonfanti – Secretária do Conselho Fiscal e Patrona da Cadeira 11

“São a psicologia e a literatura valorizando aspectos ímpares e decisivos da tradição científica/literária universal dos membros. Pensando, ‘trabalho na gaveta já se sabe o destino’, esta é uma oportunidade de ampliar o amor pela profissão e pela escritura, mostrando para o mundo que a arte da escrita pode ser um dispositivo de saúde mental”, explica a presidente e escritora Eliane Tonello.

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s