Sucesso, luta e propósito

Com publicação da Editora AGE, MV Bill compartilha história de vida em novo livro

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Uma das vozes mais respeitadas do rap nacional, MV Bill autografa A Vida me Ensinou a Caminhar na Livraria Santos do BarraShoppingSul (Av. Diário de Notícias, 300 – Cristal, Porto Alegre/RS) nesta quinta, 5 de maio, a partir das 19h30. A obra é uma publicação da Editora AGE.

Em 27 crônicas e 224 páginas, MV Bill reforça suas qualidades literárias já conhecidas em Cabeça de Porco, de 2005 — uma publicação em parceria com Celso Athayde e Luiz Eduardo Soares — e Falcão – Meninos do Tráfico, de 2006, projeto que se tornou nacionalmente conhecido após exibição no programa Fantástico, da Rede Globo. O enfoque agora são as histórias de mais de 30 anos de carreira, entre elas a formação de um movimento social, os primeiros grupos de hip hop cariocas e a primeira apresentação artística na Cidade de Deus, os shows mais importantes, a escalada ao sucesso, relatos sobre parceiros como Chorão, ex-vocalista do grupo Charlie Brown Jr., Os Racionais MCs e as apresentações mais emblemáticas na TV aberta.

Confira abaixo um trecho da crônica Quando conheci o rap, que abre a edição:

Aqui no Brasil, me chamava a atenção que o preto ia preso com a cara escondida na camisa, de cabeça baixa… Ele ia humilhado, derrotado. Neutralizado. Nos Estados Unidos não. Vez ou outra um rapper fazia algum bagulho mais sério e ia preso. E em qual quer situação, a cabeça dos caras estava sempre erguida. A postura diante das câmeras ou no tribunal era totalmente diferente da nossa aqui no Brasil.

Aquela altura, eu já tinha uma boa noção do que era certo e errado, e obviamente não tínhamos orgulho nenhum de pessoas sendo presas, mas aquela postura dos caras era fascinante.

A gente aprendeu o rap assim, na praça, com muita marra, um pouco de ódio e alguns sonhos. Um tom ameaçador que a gente gostava de chamar de “atitude” porque era mais cult, segundo o Adão, nosso mentor intelectual, o cara que lia o Segundo Caderno, quando para a gente jornal era O Povo, que se torcesse a página pingaria sangue de tanto crime.

A Vida me Ensinou a Caminhar está disponível pelo site da Editora AGE (link externo).

A vida me ensinou a caminhar
MV Bill
224 p.
R$ 68
Comprar aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s