Alemães em Porto Alegre

Historiadores Felipe Kuhn Braun e Sandro Blume abordam a história dos imigrantes da Alemanha em livro e palestra no dia 29

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Os escritores e historiadores Felipe Kuhn Braun e Sandro Blume se reúnem na sexta-feira, 29 de julho, no Centro Cultural 25 de Julho de Porto Alegre (Rua Germano Petersen Júnior, 250 – Porto Alegre/RS) para lançar o livro Alemães em Porto Alegre, publicado pela Editora Oikos, de São Leopoldo. O evento, que inicia às 19h30, ainda contará com uma palestra, ministrada por ambos os autores, introduzindo os temas da obra, que aborda o estabelecimento dos primeiros germânicos na capital gaúcha, assim como as casas, as empresas e as fábricas pioneiras. O ingresso para o bate-papo é a doação de 1kg de alimento não perecível.

Com 258 páginas, a publicação mostra que foi a partir da segunda metade do século XIX que a presença de alemães e descendentes se consolidou no espaço urbano de Porto Alegre. Oriundos da Europa ou procedentes das colônias já existentes, deixaram importante contribuição para o desenvolvimento socioeconômico da cidade. Por meio de sua vocação de artesãos e dotados de espírito empreendedor, passaram a atuar e a inaugurar setores importantes como a metalurgia, a tecelagem, a ourivesaria, a tipografia, a marmoraria, entre outros. Braun e Blume escrevem ainda sobre os primeiros arquitetos alemães que se estabeleceram na capital, Ahrons, Wiederspahn, Lutzenberger, Norman, Öffer e Weise; o histórico dos pintores, dando destaque a Pedro Weingärtnerl além de destacar personalidades como o ecologista José Lutzenberger e Eva Sopher, expoente da vida cultural da capital.

Sobre os autores
Felipe Kuhn Braun nasceu em Novo Hamburgo, em 1987. Em 2001, iniciou suas pesquisas sobre imigração alemã. É graduado em Jornalismo pela Universidade Feevale (2010), coordenador de Genealogia do Museu Histórico Visconde de São Leopoldo e colaborador do Instituto de Estudos Históricos da Universidade de Mainz, na Alemanha. Faz parte do Grupo de Estudos de História sobre Brasil e Portugal, da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires, na Argentina, e é representante do Rio Grande do Sul na Diretoria da Badisch-Südbrasilianische Gesellschaft e.V., entidade com sede em Karlsdorf-Neuthard. Também é membro da Associação das Organizações Históricas da Grande Região Europeia e autor de 23 livros. Foi assessor de imprensa na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul, onde atuou como Diretor de Jornalismo durante a gestão administrativa 2014-2015. Felipe é vereador na cidade de Novo Hamburgo e foi presidente do Legislativo Hamburguense no ano de 2018.

Sandro Blume é natural do interior do município de Dois Irmãos, filho de descendentes de imigrantes alemães. Professor, escritor e pesquisador, é graduado e possui mestrado em História pela Unisinos. Com atuação voltada às pesquisas em torno da imigração alemã, já publicou diversos livros, entre eles Entre as Montanhas – O Sonho de Ruben Kirschner e Morte e Morrer nas Colônias Alemãs do Rio Grande do Sul – Recortes do Cotidiano. Tem diversos artigos publicados em jornais, revistas e coletâneas, contemplando genealogia, imigração e colonização alemã no Rio Grande do Sul.

Alemães em Porto Alegre
Felipe Kuhn Braun e Sandro Blume
259 p.
Editora Oikos
R$ 50
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s