Feira do Livro de Porto Alegre: Yaguarê Yamã, Cidinha da Silva e Sonia Rosa entre os destaques da programação infantil

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

A Câmara Rio-Grandense do Livro, organizadora da Feira do Livro de Porto Alegre, começa a divulgar os destaques da programação da 65ª edição do evento – que ocorre de 1º a 17 de novembro na Praça da Alfândega, Centro Histórico da capital gaúcha.

Alguns dos principais nomes da literatura infantil e juvenil brasileira, dedicados a temas tão diversos quanto a literatura antirracista e a autoria indígena, encontram leitores e estudantes de Porto Alegre e região. Confira abaixo alguns autores e autores já confirmados.

Encontros do ciclo O Autor no Palco no Teatro Carlos Urbim (350 lugares)

Alessandra Pontes Roscoe: escritora mineira, mas que vive em Brasília. Jornalista, atua como coordenadora do Uniduniler, clube de leitores bebês, e do Uniduniler Todas as Letras – Festival Itinerante de Leitura, realizando ações de leitura com bebês e grupos de idosos. Encontro para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no dia 6 de novembro, às 10h30.

Selma Maria: escritora paulista, é também artista plástica e pesquisadora da infância e da língua portuguesa. Encontro para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no dia 8 de novembro, às 14h.

Yaguarê Yamã: escritor, ilustrador, professor e artista plástico indígena nascido no Amazonas. Encontro para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no dia 12 de novembro, às 14h.

Heloisa Pires Lima: escritora gaúcha, que vive em São Paulo. Doutora em Antropologia Social.  Encontro para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no dia 13 de novembro, às 15h30.

Sonia Rosa: escritora carioca, professora, contadora de histórias, orientadora educacional e mestre em Letras. Aborda, em suas obras, a cultura afrobrasileira e questões raciais.  Encontro para alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental, no dia 14 de novembro, às 14h.

Cidinha da Silva conversa com alunos dos anos finais
do Ensino Fundamental no dia 14 de novembro. Foto: Pâmela Íris

Encontros no Ateliê da Imagem (60 lugares)

Gabriela Romeu: escritora paulista, jornalista e pesquisadora das infâncias. Em seus livros, coleta histórias de crianças de diferentes lugares do Brasil. Encontro para alunos dos anos finais do Ensino Fundamental, no dia 13 de novembro, às 15h30.

Cidinha da Silva: escritora mineira, que vive em São Paulo, dramaturga e blogueira. Seus livros têm forte engajamento com questões raciais e de gênero. Encontro para alunos dos anos finais do Ensino Fundamental, no dia 14 de novembro, às 14h.

Contador de histórias do Rio de Janeiro, José Mauro Brant participa de seminário coordenado por Celso Sisto

Ator, cantor, autor, contador de histórias e diretor de óperas e espetáculos musicais, José Mauro Brant é o convidado especial do 12º Seminário A Arte de Contar Histórias. O seminário foi idealizado e é coordenado, desde a primeira edição, por Celso Sisto, carioca residente em Porto Alegre há vários anos e um dos mais renomados contadores de histórias e estudiosos do assunto no país.

O evento será realizado de 15 a 17 de novembro, com oficinas e mesas-redondas, no auditório da Livraria Paulinas, e sessões de histórias no Teatro Carlos Urbim, na Feira do Livro. No dia 15, à noite, a escritora Sônia Rosa faz a palestra de abertura do evento – “Por uma literatura antirracista”. E, nos dias 16 e 17, além de José Mauro Brant, ministram oficinas e participam de mesas-redondas e de sessões de histórias Penélope Martins, Eleonora Medeiros e Elisa Lucas.

José Mauro Brant traz sua arte para seminário de contação de histórias.
Foto: Divulgação

Com mais de 80 espetáculos no currículo, José Mauro Brant se define com uma só expressão: “Sou um contador de Histórias”. Hoje concilia seus espetáculos de narração com a criação de grandes musicais. O mais recente, Makuru – um Musical de Ninar, ganhou diversos prêmios. Todos os seus espetáculos têm em comum o mergulho apaixonado na literatura, a valorização do imaginário e das infinitas fronteiras entre a música e o desejo de contar uma boa história. 

Celso Sisto, autor de 86 livros — entre eles Agora pode chover, da Editora Melhoramentos, que conquistou o Açorianos de Literatura 2018 na categoria Infantil —, também é ilustrador, arte-educador, especialista em literatura infantil e juvenil. Celso Sisto foi selecionado para participar, este ano, do Programa Lendo pra Valer, desenvolvido desde 2008 pela Secretaria de Estado de Educação em parceria com a Câmara Rio-Grandense do Livro e editoras associadas à entidade. Ele terá encontro com alunos do Ensino Fundamental no ciclo O Autor no Palco, no Teatro Carlos Urbim, da Feira do Livro, no dia 14 de novembro, às 10h30.

As inscrições para o Seminário e o agendamento escolar para O Autor no Palco podem ser feitas, a partir do dia 19 de agosto, pelo e-mail visitacaoescolar@camaradolivro.com.br.

Da assessoria

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s