A sombria poética da violência

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

As memórias de algumas vítimas da ditadura militar serão compartilhadas em uma situação especial na quinta-feira, 12 de dezembro, das 18h às 20h30 no evento Diálogos: Democracia x Ditadura – Comunicação, Direitos Humanos e Cidadania. A atividade ocorre na Sala Sergio Napp 2 da Casa de Cultura Mario Quintana (R. dos Andradas, 736 – Centro Histórico, Porto Alegre/RS). Na ocasião, será lançado o livro Poetas da Dura Noite, com poemas de autores e autoras que enfrentaram a violência e a censura da ditadura entre 1964 e 1985.

Organizada pelo Comitê Carlos de Ré da Verdade e Justiça do Rio Grande do Sul, a obra joga luzes sobre episódios de cárcere, exílio, clandestinidade, vida secreta e desaparecimento forçado vividos por jovens que, na maturidade, encontraram na poesia uma maneira de superação dos traumas sofridos.

A apresentação, assinada pelo Comitê, expressa que os textos “com sua carga de beleza e fantasia, de ilusão política, de devaneios e amores, de reflexões e autocríticas pessoais (…) misturam o poder natural da palavra poética com a dramática situação de vida daquelas moças e moços”.

A obra conta com poemas de autores como Flávio Koutzii, Nei Duclós, Luiz de Miranda, entre outros. Os textos estão disponíveis também online.

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s