Novela de uma distopia em exercício

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Porto Alegre. Cidade Baixa. 2019. Um professor universitário de quarenta e cinco anos perde o emprego e se inscreve no processo de seleção para uma bolsa de estudos. A narração desses acontecimentos, conforme progride, acaba por revelar certos bastidores do mundo acadêmico no Brasil. Uma história sobre burocracia e reconfiguração de postos de trabalho, realismo capitalista e realismo especulativo. Uma trama envolvendo livros e mapas sonoros, mídias mortas e currículos fraudados durante os três primeiros meses do governo Bolsonaro.

Esta sinopse fornece pistas sobre a atmosfera criada pelo professor e pesquisador na área da Comunicação Fabrício Silveira em Mecanosfera / Monoambiente, uma novela de ficção teórica. No dia 5 de setembro, sábado, às 19 horas, o autor participa de uma live de lançamento no instagram da Editora Zouk (@editorazouk).

Concebido como parte das atividades da disciplina Epistemologia fabulatória experimentação metodológica e criação escrita na pesquisa em Comunicação, no Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFRGS, o livro aborda questões vigentes. Um impulso para escrever a trama, segundo Fabrício, foi “a percepção de que vinha se dando uma ‘fratura cognitiva’ com o descrédito progressivo à imprensa, à universidade, às instituições de pesquisa. A avalanche de fake news com a qual passamos a conviver, me instigou para tratar do tema, para considerá-lo e reagir a ele, de algum modo. O interessante é que passei a ver essa onda de fake news como demanda generalizada por ficções, por novas ficções, como se a sociedade estivesse pedindo ficções e que, sendo assim, um trabalho universitário poderia se ver autorizado a incorporar, em si mesmo, lógicas e procedimentos próprios da literatura e dos mundos ficcionais, tentando assim dar outro sentido, canalizar de outro modo essa demanda por ficções.”

O escritor Paulo Scott observa a dinâmica da escrita: “Uma boa narrativa nunca é só uma narrativa, é um desafio que fisga o leitor, que o alimenta e o transforma. Fabrício Silveira consegue a proeza de arquitetar, de maneira simples e instigante, um estado de alma, um olhar corriqueiro, trágico, a mostra do pesadelo de um tempo, um labirinto que se renova no eixo-gangorra de afeto e do conhecimento. Um protagonista digno da melhor tradição. Um livro que merece ser lido e relido.”

Sobre o autor
Fabrício Silveira é professor universitário e escritor. É formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Mestre em Comunicação e Informação (UFRGS), Doutor em Ciências da Comunicação (Unisinos) e Pós-Doutor pela School of Arts and Media (Salford university, Reino Unido). É autor dos livros Grafite Expandido (Modelo de Nuvem, 2012), Rupturas Instáveis. Entrar e sair da música pop (Libretos, 2013), indicado aos Prêmios Açorianos de Literatura 2013, na categoria Ensaio de Literatura e Humanidades, e AGES – Livro do Ano 2014, na categoria de Não-Ficção, e Guerra Sensorial. Música pop e cultura underground em Manchester (Belas Letras /Modelo de Nuvem, 2016). Publicou também Gigante Figura (Riacho, 2018), sua estreia na escrita de ficção, indicado ao Prêmio AGES Livro do Ano 2019, na categoria Especial. É egresso da Oficina de Criação Literária ministrada pelo escritor Luiz Antonio de Assis Brasil na PUCRS. Atualmente, realiza estágio pós-doutoral – bolsa PNPD Capes – junto ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Nasceu em Santa Maria. Mora em Porto Alegre.

Mecanosfera / Monoambiente
Fabrício Silveira
120 p.
14 x 21 cm
978-6557-7800-15
R$ 40
Editora Zouk

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s