A poeta que a pandemia fez nascer

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio

A professora Dani Espíndola descobriu-se poeta durante a pandemia. Ao ser diagnosticada com Covid-19, isolou-se da família e encontrou na poesia um refúgio para o momento difícil que vivia. “Registrei as palavras que em mim surgiam neste mundo paralelo das redes sociais. E não parei mais; duas centenas de poemas depois, seguimos em lua-de-mel, os muitos poemas e os tantos eus”, destaca a autora, na apresentação do livro Tanto fiz que deu poema, projeto independente lançado em formato digital e gratuito.

O livro conta com prefácio do músico, compositor e professor universitário Frank Jorge. No texto de introdução, Frank comenta que após se recuperar de Covid, Dani retomou seu trabalho como professora e “seguiu escrevendo poesia com regularidade-intensidade, falando através de heterônimos sobre amor, silêncios, liberdade, desapegos, desejos íntimos e projeções de uma vida melhor, quem sabe, em outro lugar, outro país”. E prossegue, explicando sua relação próxima com a autora: “Eu, esposo-amigo-fã de Daniela, tive a sorte grande de vê-la como poeta antes mesmo que ela soubesse há uns 20 e tantos anos quando ficamos juntos pela primeira vez.”

O e-book conta com uma seleção de 30 poemas, acompanhados de reproduções de obras de artistas plásticos escolhidas pela escritora. Disponível ao público há poucos dias, o livro digital já teve pelo menos 200 downloads, após divulgação nas redes sociais da autora.

Antes que este beijo acabe
Que o olhar se perca em divagações distantes
Antes que o horizonte se alongue
E a respiração não seja mais tão ofegante
Antes que este corpo desabe
Que o amor desande
Que o desejo se torne inconstante
e os sonhos compartilhados fiquem para mais adiante
Antes de que tudo o que se sabe
Deixe de ser relevante
Torne-se dispensável e volátil Incoerente e conflitante
Antes que este beijo acabe
Mergulho em tua seiva-saliva
Sinto o gosto do gozo
Neste único instante.

Sobre a autora
Dani Espíndola é formada em Letras Português-Inglês, especialista em Língua Inglesa e Literaturas de Língua Inglesa. É professora há mais de trinta anos e tem em sua trajetória de vida a profunda crença de que a educação e as artes podem transformar as pessoas e o mundo.

Tanto fiz que deu poema
Dani Espíndola
Poesia
Edição da autora
Download aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s