O pixo como Weltanschauung

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio

Racionais MC’s, Lygia Fagundes Telles, João Antônio, Djonga, Cortázar, Carol Rodrigues, crônica, conto, rap, mitologia, poesia. Estas são algumas das intersecções que o alagoano Lucas Litrento provoca em TXOW, coletânea de contos vencedora do Prêmio Delfos de Literatura 2019. Organizado pela PUCRS Cultura, em parceria com a Editora Universitária da PUCRS, o concurso tem o objetivo de premiar uma obra literária inédita no gênero conto, destinada ao público adulto, escrita em língua portuguesa.

Os contos de TXOW não se resumem a uma forma ou temática. Suas referências e diálogos misturam-se, transformam-se de um texto a outro, numa escrita forte, ritmada e potente. Os contos trazem para o primeiro plano uma Maceió que não está nos guias turísticos, longe do mar. A Maceió do bairro do Biu, da linha de ônibus “704 – Ben. Bentes/Ponta Verde/Via Santa Lúcia”. Nesses espaços, a violência policial, o amor entre duas meninas, racismo, um instante de fúria, uma solidão compartilhada, a ascensão e queda de um rapper, um tenso jogo em que sonho e realidade se encontram e desencontram, tocam-se como passageiros de um ônibus dividindo a mesma jornada.

No prefácio, Luiz Soares escreve que txow, um pixo no ônibus e na parede do banheiro da universidade, “diz respeito a um certo tipo de estado de espírito que corre nas quebradas. É o novo malandro e seu mood, pacote completo. Não apenas as correntes em volta do pescoço, as camisas de marca o jeito de andar, mas a forma de ver o mundo e encarar os problemas do cotidiano”.

O livro será lançado o dia 4 de dezembro, sexta-feira, a partir das 18h, em uma conversa do autor com os convidados Allan da Rosa e Carol Rodrigues e mediação do escritor e professor Reginaldo Pujol Filho. A transmissão da live é realizada através do Facebook da PUCRS Cultura e do Canal da PUCRS no YouTube (link externo) – onde fica disponível para acesso posterior.

Sobre o autor
Lucas Litrento nasceu em 1997, vive na parte alta de Maceió. É escritor, realizador cinematográfico e produtor cultural. Estuda Jornalismo na UFAL e integra os coletivos Mirante Cineclube e Pernoite.  Lançou seu primeiro livro, Os meninos iam pretos porque iam, de poesia, em 2019. Em 2020, lançou o zine de poesia ROBYN, de forma independente. TXOW (2020), foi vencedor do primeiro Prêmio Delfos de Literatura e do Prêmio Malê de Literatura. Realizou o curta-metragem círculos (2020), contemplado no edital Arte como Respiro, do Itaú Cultural. Assina roteiro e direção, com Janderson Felipe, do curta-metragem Samuel foi trabalhar (em produção). Tem textos jornalísticos e literários publicados em revistas eletrônicas e portais culturais. 

Agende-se!
Live de lançamento do livro TXOW, vencedor do Prêmio Delfos de Literatura 2019
Sexta-feira, 4 de dezembro, às 18h
Canal da PUCRS YouTube e Facebook PUCRS Cultura

TXOW
Lucas Litrento
Contos
140 p.
R$ 39,90
Edipucrs
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s