Das pestes de sempre

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Sob o regime da peste e do medo é o novo livro de Nelson Brauwers. Inspirado pela progressão da pandemia de Covid-19 pelo mundo, o autor retrata sob a forma poética este tempo marcado pela tragédia globalizada. Em seus 96 poemas, Brauwers se debruça também sobre o cenário político e social que arrastou boa parte do mundo para a crise sanitária.

Na apresentação, Solane Medina Ketzer escreve: “Pestes sempre fizeram parte da história da humanidade. A esse respeito, Albert Camus foi um escritor que deixou importante legado com a obra A peste. Nelson Brauwers utiliza um excerto desse emblemático trabalho para iluminar a abertura de sua mais nova produção literária, Sob o regime da peste e do medo, produzida durante os sete primeiros meses do período da pandemia da COVID-19, o qual viveu intensamente e do qual retirou subsídios para o criar. A força da história aliou-se à força poética, permitindo o registro de um documento que sobreviverá aos tempos. Essa simultaneidade entre viver o momento e registrá-lo permite conferir à obra sua perenidade. A leitura de Sob o regime da peste e do medo proporciona uma visão marcada pela tragédia que envolve as intercorrências que afetaram e afetam a história humana no que se refere às mazelas relativas à saúde física e, consequentemente, mental das pessoas nas grandes pestes que marcaram a vida sobre a terra, com foco na que se alastra no mundo no ano de 2020″.

Confira um poema abaixo.

Sob o regime da peste

Um país navega em seus disfarces
e em seus despropósitos
navega por entre agonias
(…)
com terror e com impaciência
de quem não cicatrizou
com as torturas e as mortes
de quem não esqueceu
a paranoia do medo
e as fímbrias dolorosas
da estupidez
e que mostra o ovo da serpente
e a sua transparência

Sobre o autor
Nelson Brauwers nasceu em Três Passos, Rio Grande do Sul. É médico formado pela Universidade Católica de Pelotas e exerce sua profissão trabalhando em Saúde Pública. Autor de Sargaça, edição do autor, 1979; Os cães da noite, Editorial Villa Martha, 1980; A subversão dos delírios, WS Editor, 1998, Memórias de outro, Muruci Editor, 2018, Alumbramento Poético Sentimental, Amoroso e Político de um Anarquista, Muruci Editor, 2020; Talvez ou Quase Hai Kais, Muruci Editor, 2020; Toda Palavra Sabe o Quanto Dói, Muruci Editor, 2020. Também é um dos organizadores e autor da coletânea Pandemia Literária, Muruci Editor, 2020. Na área de audiovisual tem cinco curtas metragens: os documentários: Através de uma escultura (2012), codireção com Henrique Lahude, BarraCine – Tapete Verde (2013), Piska (2016), codireção com Andruz Vianna, Gisele e Bianca (2019) e Amanhecendo cicatrizes (2019), codireção com Juarez Paulo Braga Zamberlan, Ivânio Dalagno e Valdinei Vargas.

Sob o regime da peste e do medo
Nelson Brauwers
132 p.
Muruci Editor
R$ 40
Comprar aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s