O infindável reservatório poético de Eliane Marques

Poeta promove durante este mês o lançamento de novo livro bilíngue; obra inaugura selo de poesia amefricana

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Já está disponível para o público leitor o novo livro de Eliane Marques. o poço das marianas reúne quarenta poemas inéditos em apresentação bilíngue em português e espanhol. A publicação é acompanhada de um caderno de textos críticos nascidos a partir da análise de Ronald Augusto, Ricardo Aleixo, Prisca Agustoni e Adriano Migliavacca sobre os poemas da autora.

O texto final em espanhol foi estabelecido pela poeta Marcela Villavella a partir do esforço de Mariangela Andrade e Ellen Santos – profissionais integrantes do Clube Amefricano de Tradutoras. o poço das marianas inaugura o selo Orisun Oro, da Escola de Poesia, que prevê a publicação da cubana Georgina Herrera, da argentina Graciela González Paz e da porto-riquenha Mayra Santos-Febres.

Livro é acrescido de caderno de textos críticos com diversos autores. Reprodução.

“Nessa nova publicação, Marques demonstra não seguir a trilha daquilo que é mais fácil ou está mais explicitamente em diálogo com a tradição modernista brasileira, optando por um caminho estético que possui alta voltagem de estranhamento e que faz da dissonância uma de suas marcas principais, distanciando-se de possíveis escolas ou linhas de força tradicionais da lírica brasileira”, escreve a ensaísta italiana Prisca Augustoni a propósito de o poço das marianas.

Sobre a obra, o poeta mineiro Ricardo Aleixo escreve: “O real, na poesia de Eliane Marques, presenta-se sob a forma da fisicalidade do signo verbal. Contam, para a poeta de o poço das marianas, a dimensão plástico-visual do texto, o som que ele faz, sua disposição fisionômica na página – a realidade dele. Contra o comodismo da ideia de ‘representação’, a poeta nos oferta um conjunto de poemas que se recusam, linha depois de linha, a atender a qualquer possível expectativa, da parte de quem a lê, quanto a um ‘conteúdo’ que satisfaça a vontade de ‘mais do mesmo’ que tem caracterizado a postura contemporânea diante da arte – inclusive, e talvez sobretudo, a da palavra”.

o poço das marianas ganha uma série de eventos de lançamento e lives durante o mês de julho pelo Facebook e Instagram da Escola de Poesia.

Sobre a autora
Eliane Marques é poeta, psicanalista, editora, tradutora e colunista do jornal Zero Hora. Natural de Sant’Ana do Livramento/RS, fronteira entre Brasil e Uruguai, atualmente reside em Porto Alegre onde atua como coordenadora da Escola de Poesia. É idealizadora de Orisun Oro, selo editorial em que mulheres amefricanas publicam poetas mulheres amefricanas e Coordenadora-fundadora do Clubamefricano de Tradutoras. Autora de Relicário (Grupo Cero, 2009), e se alguém o pano (Escola de Poesia, 2015, Prêmio Açorianos na categoria Poema) e o poço das marianas (Escola de Poesia/Orisun Oro, 2021).

o poço das marianas
Eliane Marques
R$ 65
Escola de Poesia/Orisun Oro
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s