Violência dentro e fora das grades

Em ‘Paz nas Prisões Guerra nas Ruas’, Renato Dornelles e Tatiana Sager apresentam um raio-x do sistema prisional do Rio Grande do Sul, com seu histórico de disputas e descasos

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre foto de Gabriel Sager Rodrigues

Já está disponível no mercado o novo livro da Falange Produções. Paz nas Prisões Guerra nas Ruas é uma grande reportagem, resultado de 13 anos de trabalho que, além de dados oficiais, apresenta entrevistas exclusivas com autoridades, detentos, menores infratores, ex-apenados e mães de presidiários para detalhar os principais episódios que marcaram o avanço das estatísticas da violência em solo gaúcho.

“Porto Alegre não tinha a fama nacional de cidade violenta, como Rio de Janeiro e São Paulo. A situação começou a mudar na segunda década deste século, quando a capital gaúcha passou a figurar no ranking das 50 cidades com mais homicídios no mundo e a encabeçar as listas das mais violentas do Brasil”, contextualiza Bruno Paes Manso na orelha do livro. A experiência dos autores Renato Dornelles e Tatiana Sager com o tema foi determinante para fazer de Paz nas Prisões Guerra nas Ruas um documento importante sobre os processos que estabeleceram as características que o sistema prisional gaúcho tem hoje:

“A ideia de um novo livro surgiu juntamente com a finalização do primeiro, Falange Gaúcha. Já naquela época, entre 2006 e 2008, eu já percebia mudanças no sistema prisional e criminalidade nas ruas. Quando comecei a trabalhar com a Tatiana Sager, no curta-metragem O Poder Entre as Grades, e por saber que ela sempre teve grande interesse no assunto, idealizei um livro escrito a quatro mãos. O projeto foi consolidado com as produções do longa-metragem Central e da série de TV Retratos do Cárcere“, explica Dornelles.

Para Tatiana Sager, será a estreia como escritora. Ela ressalta a abordagem que o livro traz sobre o papel da mulher no sistema carcerário: “O universo feminino é bastante amplo no sistema prisional. A mulher está inserida de diferentes formas: como apenada, servidora e visitante. Em todas as formas, há questões de gênero que tornam o envolvimento peculiar e mais dramático, quando comparado ao masculino. No caso das apenadas e das mulheres familiares que realizam visitas, os estigmas, preconceitos e estereótipos são ampliados”, revela a autora.

Paz nas Prisões Guerra nas Ruas conta com capa e ilustrações são de Gilmar Fraga e um caderno de fotos captadas dentro das celas do Presídio Central de Porto Alegre pelo juiz Sidinei Brzuska. A obra também pode ser adquirida neste site (link externo).

Sobre os autores
Renato Dornelles é jornalista, documentarista e sócio-diretor da Falange Produções. Durante 33 anos, atuou como repórter, editor em veículos de imprensa. Em sua trajetória, conquistou cerca de 40 prêmios de jornalismo e Direitos Humanos. O conjunto de reportagens que deu origem ao seu primeiro livro, Falange Gaúcha (2008), sobre a história e desenvolvimentos dos primeiros grupos criminosos do Rio Grande do Sul, recebeu o primeiro lugar, em 2007, do Prêmio ARI de Jornalismo, distinção máxima da imprensa gaúcha. É roteirista do filme Central – o poder das facções no maior presídio do Brasil (2017), terceiro documentário mais visto no cinema brasileiro naquele ano, do qual também assina a direção.

Tatiana Sager é jornalista, documentarista e sócia-diretora das produtoras Panda Filmes e Falange Produções. Assina a direção do longa-metragem Central – o poder das facções no maior presídio do Brasil (2017), que recebeu, entre diversos prêmios, o de melhor documentário no Festival Itinerante de Cinema da Língua Portuguesa (2016) e de melhor filme no 33º Prêmio Nacional de Direitos Humanos da OAB/RS (2016). Também conquistou o prêmio Best Woman Filmmaker no Barcelona Planet Festival (2017). É diretora da série Retratos do Cárcere (2020) e do documentário Olhe pra Elas (2020) – premiado como melhor filme WIP no Florianópolis Audiovisual Mercosul (2020). Todos os projetos audiovisuais também são assinados por Renato Dornelles como roteirista.

Paz nas Prisões Guerra nas Ruas
Renato Dornelles e Tatiana Sager
264 p.
R$ 62
Falange Produções
Comprar aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s