Poemas de andanças e liberdades

Novo livro de Gerson Nagel será lançado no dia 19 de maio com edição da Bestiário

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Gerson Nagel, poeta natural de Santa Cruz do Sul, lança seu mais recente livro no dia 19 de maio, quinta-feira, a partir das 18h, no Terezas Café (Rua Giordano Bruno, 318 – Porto Alegre/RS). A obra, O que ficar desperta, foi concebida durante a pandemia do coronavírus e é composta por 75 poemas divididos em seis partes, cuja poética perpassa a cidade que acolheu sua escrita.

Fábio Amaro escreve: “O que ficar desperta nos faz acordar para a vida gregária da qual a peste nos tolheu. Humanos, demasiadamente humanos, como Nietzsche, Nagel oferece-nos este sentimento acolhedor, na surpresa de que nunca poderemos ser as presas da acomodação”. Já para Mauro Ulrich, “o poeta Gerson Nagel é um gigante ser migratório que cobre, com as suas asas, os espaços geográficos urbanos, de pertencimentos concretos e reais, indo ao encontro da sua (e da nossa!) mais secreta e fluida alma”.

Confira alguns poemas abaixo:

Aprendi com as aves a (não) chorar
habituado a plainar
infortúnios em anéis de vento

Sobrevoei passados e
sob as garras afiadas do presente
trouxe inúmeros pecados

Em meu coração despojado
lágrimas já não vertem
escoimadas pela fenda do tempo

Mantendo olhos libertos
perpétuo alento trago em meu peito
livre para o voo perfeito.

Enveredo pelas vielas
Tristes de um bairro
Gato parvo no meio da rua

Terrenos colocados à venda
A casa grande e velhas muretas
Dividem lembranças antigos vizinhos

Tijolos rebocos ali descansados
Em meio ao silêncio soturno
Uma nesga de lua observo

Rosto em nalgum plano reconheço
Resvaladas nos dedos
Restam folhas secas caídas

A resfolegar do corpo
Sinto que estou vivo ainda
Que o nome disso seja apenas tristeza.

Sobre o autor
Gerson Nagel é natural de Santa Cruz do Sul, radicado em Porto Alegre/RS. Produz as edições da Revista Escriba digital. Estreou com Prometo não invejar as gargalhadas, premiado em concursos literários, integrou inúmeras antologias e sites literários. Menção honrosa no Prêmio Lila Ripoll (2016 e 2018). Como produtor e agitador cultural, em 2021 recebeu o Prêmio Trajetória Criativa pelo Plano Municipal do Livro e da Leitura (PMLL), da prefeitura de Porto Alegre. O livro O que ficar desperta é o seu segundo voo solo na poesia.

O que ficar desperta
Gerson Nagel
120 p.
R$ 38
Comprar aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s