Escrita, criação, influências e muito mais

Sarau Odisseia de Literatura Fantástica recebe Juliane Vicente e Júlio Ricardo da Rosa no dia 22, em Porto Alegre

Edição: Vitor Diel spbre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre fotos de divulgação

Com periodicidade mensal, o Sarau Odisseia de Literatura Fantástica promove sua segunda edição de 2022 na quarta-feira, 22 de junho, a partir das 19h, no Mondo Cane (Rua João Alfredo, 325 – Cidade Baixa – Porto Alegre/RS). Duda Falcão mediará um bate-papo com a escritora Juliane Vicente e o escritor Júlio Ricardo da Rosa. Os convidados já foram premiados nas categorias de Narrativa Curta e Longa de Horror do Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica e farão leituras de trechos dos seus livros, comentários sobre suas referências e jornadas literárias. O público poderá participar realizando perguntas. Ao final do evento os autores autografarão seus livros mais recentes.

Saiba mais sobre os participantes abaixo:

Duda Falcão é escritor, professor de escrita criativa, editor e Doutor em Educação. Tem sete livros publicados: Protetores (2012), Mausoléu (2013), Treze (2015), Comboio de Espectros (2017), O Estranho Oeste de Kane Blackmoon (2019), Mensageiros do Limiar (2020) e Representações culturais e pedagogia dos monstros no universo de H. P. Lovecraft (2021). É organizador da Odisseia de Literatura Fantástica e do Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica. Em 2018, ganhou o 1º Prêmio ABERST de Literatura na categoria conto de Suspense/Policial. Pela AVEC Editora organiza os selos Multiverso Pulp e Coleção de Pesadelos. Atualmente leciona no Curso Metamorfose de Escrita Criativa.

Juliane Vicente é multiartista, escritora, performer, slammer e cientista afrofuturista. Atua como ministrante de oficinas de escrita criativa. É também bailarina do Grupo Andanças. Em 2021 ganhou o Prêmio Odisseia de Literatura Fantástica em Narrativa Curta de Horror com o conto O alinhamento das estrelas. Como professora, doutoranda em Comunicação e produtora cultural pesquisa a indústria criativa com investigações e projetos sobre narrativa transmídia e processos de criação artística.

Júlio Ricardo da Rosa nasceu e vive em Porto Alegre. Durante os anos 80 escreveu sobre cinema para os Jornais Zero Hora, Jornal do Comércio e Correio do Povo. Durante 12 anos foi curador da Seleção de Filmes Bourbon e organizador da promoção Filme do Mês Bourbon. Escreveu diversos livros, tais como a A cicatriz invisível e O Inverno do Vampiro, vencedor do Prêmio Odisseia de literatura Fantástica na categoria Narrativa Longa de Horror em 2020.

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s