Versos de um amor oculto

Isto Edições resgata poemas de García Lorca dedicados a seu companheiro e escritos na conservadora Espanha dos anos 1930

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Segue em pré-venda durante todo o mês de junho o livro Sonetos do Amor Obscuro, de Federico García Lorca. A obra é uma publicação da editora independente gaúcha Isto Edições e está disponível neste site (link externo).

Federico García Lorca foi o maior e mais influente poeta e dramaturgo espanhol do século XX — sua obra ecoa até os dias de hoje no mundo todo. Louvados por nomes como Pablo Neruda, os poemas de Sonetos do Amor Obscuro ficaram inéditos por 50 anos, censurados pela ditadura e depois escondidos pela família que não aceitava a homossexualidade do poeta.

Apesar do ambiente conservador, Lorca manteve relacionamentos que se tornaram famosos, inclusive com o pintor Salvador Dalí (uma amizade íntima que Dalí mais tarde diria que não era apenas amizade mas uma “paixão erótica muito forte” — apesar de nunca correspondida).

Em 1932, Lorca conhece Rafael Rodríguez Rapún e eles mantêm uma relação amorosa por quase quatro anos, com altos e baixos e sempre fingindo que eram apenas amigos para a sociedade (por exemplo, em dedicatória na foto que serve de base para a capa desta edição, Lorca diz ser o leal “camarada” de Rafael).

Lorca foi assassinado por grupos fascistas no início da Guerra Civil Espanhola em 1936 (por falsas acusações políticas e por ser gay, de acordo com seu biógrafo mais famoso) e Rafael, atormentado pela perda, alista-se para lutar do lado republicano e morre exatamente um ano após seu amado.

Rafael e Federico em 1935. Reprodução.

Os poemas permaneceram inéditos até uma edição clandestina forçar a família a permitir a publicação “oficial” em 1984, em um jornal de viés direitista, com a missão de dar a entender que não havia nada gay nos poemas (e, por exigência do irmão do poeta, sem o “obscuro” no título). O conjunto de sonetos era especialmente polêmico por deixar claro que o alvo do amor do poeta era um homem, o que se percebe com clareza nos versos “Tu nunca entenderás o quanto te quero/ pois dormes em mim e estás adormecido”.

Livro inclui fotos e artigo exclusivo

Esta edição vem com uma nova tradução dos onze poemas marcados pela paixão e pelo medo da perda, publicados de forma bilíngue, e ainda um artigo da professora especialista em literatura hispânica da Universidade de Yale (EUA), Noël Valis (autora do recém lançado Lorca after life), em que ela estuda a maneira como o escritor ultrapassou a tragédia, a guerra, a homofobia e as tentativas de apagamento para se tornar um “ícone gay”.

Além disso, o professor Hugo J. C. Retamar, doutor em Letras pela UFRGS, escreve um prefácio sobre o poeta.

O texto de apresentação do livro vem com a história dos poemas e dos últimos amores de García Lorca, incluindo tradução de um dos seus últimos poemas, inédito até 2012, escrito para um rapaz que nunca o divulgou em vida (Juan Ramírez de Lucas, o “loiro de Albacete”, que manteve sua relação com Lorca em segredo até sua própria morte com mais de 90 anos).

Algumas páginas do volume são dedicadas a fotos das pessoas e fatos destacados nos textos. A tradução dos poemas é do editor Ederson Nunes, jornalista, autor do livro Entre a miragem e a fuligem (Penalux, 2022).

Confira abaixo um dos poemas presentes em Sonetos do Amor Obscuro:

O poeta pede a seu amor que lhe escreva

Amor de minhas entranhas, viva morte,
em vão espero tua palavra escrita
e penso, com a flor que se termina,
que se vivo sem mim quero perder-te.

O ar é imortal, a pedra inerte
nem conhece a sombra nem a evita.
Coração interior não necessita
do mel gelado que a lua verte.

Mas eu te sofri. Rasguei minhas veias,
tigre e pomba, sobre tua cintura
em duelo de mordidas e açucenas.

Enche, então, de palavras minha loucura
ou me deixa viver minha serena
noite da alma para sempre escura.

Sonetos do Amor Obscuro
Federico García Lorca (trad. Ederson Nunes)
80 p.
R$ 44
Isto Edições
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s