Ficção sobre alicerces históricos

Luiz Carlos Torres Araújo autografa ‘200 Máscaras’ no sábado, 20 de agosto, em São Leopoldo

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

Luiz Carlos Torres Araújo lança seu novo romance , 200 Máscaras, no sábado, 20 de agosto, às 16h, no Museu Histórico de São Leopoldo (Av. Dom João Becker, 491 – São Leopoldo/RS). Além da sessão de autógrafos, Araújo participa de uma mesa de debate com a coordenação de Elvira Hoffmann e colaboração da psicóloga e escritora Kátia Bonfanti, do historiador e escritor Paulo Prestes e do jornalista e escritor Elenilto Damasceno.

200 Máscaras é o terceiro romance histórico publicado pelo autor. Saiba mais sobre a obra abaixo:

Sobre a obra
Em 2021, no estado de São Paulo, Eliane Medeiros revisa textos para uma editora. Estressada com as finanças, com as filhas e com o ex-marido resolve tomar uma iniciativa radical. Em decorrência, as filhas consideram que ela precisa de um psiquiatra.

Rodrigo Costa Rica escreve um panorama sobre os duzentos anos de independência do Brasil. Seu texto é irreverente e atende a interesses de uma organização desconhecida. Foca a questão ambiental e o tratamento dado aos índios e aos negros. O escritor é estimulado na sua criação por Tainá, sua encantada madrinha.

O encontro entre Eliane e Rodrigo expõe conflitos. Ela deseja preservar a estrutura da família, ele trabalha para desconstruir o sistema que considera colonizador. Projeta ações esdrúxulas e é perseguido. Os problemas atingem o ápice. A obra oferece uma leitura fluida temperada por sátiras sutis e enigmas surreais.

Confira um trecho de 200 Máscaras:

“Desde que havia deixado as filhas sozinhas em casa Eliane estava hospedada no apartamento de Katherine. A amiga passava quase todo o dia trabalhando na sede da editora, o que permitia a Eliane dedicar-se por completo à revisão dos textos. A concentração e a produtividade no trabalho haviam melhorado, mesmo com o misto de dúvida e culpa que pairava sobre sua cabeça. Ter saído de casa parecia ora uma ação inconsequente, ora a decisão certa, quem sabe um ato de bravura ou uma loucura sem cabimento?

Na segunda noite de Eliane como hóspede as duas amigas tiraram um tempo para relaxar. Pediram um jantar por tele-entrega, abriram um vinho e trocaram impressões sobre suas vidas pessoais, em especial sobre a de Eliane. Gole após gole, analisavam a atípica situação familiar da revisora e as possíveis medidas para que ela voltasse a se sentir respeitada e querida pelas filhas.” (p. 34)

Sobre o autor
Luiz Carlos Torres Araújo é gaúcho de Porto Alegre e residente em São Leopoldo, RS. É pós-graduado em História e em Ecologia Humana pela Unisinos. Observador e estudioso dos conflitos sociais e políticos, encontrou na literatura de ficção o filão para aclarar a História através do romance. É autor também dos romances históricos A Noite Não Termina, editora Buqui, Porto Alegre, e Os Condenados, editora UICLAP, São Paulo.

200 Máscaras
Luiz Carlos Torres Araújo
158 p.
Editora UICLAP
R$ 39
Comprar aqui

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s