TAG comemora um ano do Kit Inéditos

Foto: TAG/Divulgação

Modalidade focada em best-sellers alcança 22 mil assinantes e passa a enviar mimo em kit mensal

Um ano após o seu lançamento, o Kit Inéditos da TAG – Experiências Literárias já é enviado a 22 mil assinantes e representa 35% do faturamento do clube de livros, que fechou 2018 em R$ 26 milhões. Apostando em best-sellers internacionais e inéditos no Brasil, a categoria precisou de apenas um mês para atingir 10 mil assinantes, marca que o Kit Curadoria, primeiro produto da TAG, levou dois anos para alcançar.

Esse sucesso confirmou para a empresa sediada em Porto Alegre que os best-sellers que já haviam conquistado seus públicos fora do país seriam grandes oportunidades de negócios, pois permaneciam inexplorados no Brasil. “Os livros enviados pelo Kit Inéditos conversam com o público que aprecia literatura contemporânea, em especial os chamados livros ‘vira-páginas’, ou seja, aqueles títulos que envolvem o leitor e não o deixam abandonar a trama”, explica Arthur Dambros, diretor de Marketing da TAG. “E assim como os assinantes da modalidade Curadoria, são pessoas que buscam, entre outras coisas, fortalecer o hábito da leitura e ampliar seu repertório cultural”.

E para se aproximar cada vez mais desses leitores, a TAG está lançando uma novidade para o Kit Inéditos, já a partir de abril, que é um mimo acompanhando a publicação-surpresa do mês. Item já consagrado na modalidade Curadoria, o mimo faz parte da experiência literária a qual se propõe o clube, e irá acompanhar tematicamente a publicação enviada, ampliando assim a percepção de valor do kit junto ao assinante. “Os leitores valorizam muito os elementos que acompanham a obra porque entendem que eles estão ali para reforçar o interesse e o envolvimento com o título”, esclarece Dambros.

Títulos que foram sucesso no exterior chegam ao Brasil pela TAG Inéditos

Desde o seu lançamento, o Kit Inéditos já publicou livros de diferentes países, como o indiano Todas as cores do céu, de Amita Trasi, o nigeriano Fique comigo, da autora Ayọ̀bámi Adébáyọ̀, e A boa filha, da norte-americana Karin Slaughter. As publicações guardam em comum o fato de serem, além de sucessos internacionais de vendas, títulos indicados a prêmios e que aguardam adaptações para produções de cinema e TV.

A aprovação dos títulos pelos leitores também pode ser expressa pelas notas que os próprios assinantes dão aos livros através do aplicativo da TAG. Todas as cores do céu, drama que aborda a violência contra as mulheres na Índia, recebeu a nota 4,8 (de 5), enquanto Fique comigo, que conta a história de um jovem casal que opta pela monogamia em meio a uma cultura poligâmica na conturbada Nigéria da década de 1980, ganhou 4,5.

A sensação de fazer parte de uma comunidade que compartilha a mesma leitura todo o mês, o que torna o ato de ler uma atividade menos solitária, é considerada pela empresa um dos motivos do sucesso do Kit Inéditos e também do Kit Curadoria que, juntos, somam atualmente 50 mil associados, sendo 15% assinantes das duas modalidades. “A praticidade de receber em casa um livro chancelado pela sua qualidade faz da experiência de participar de um clube de livros única. A frequência do envio dos livros também incentiva o leitor a organizar sua leitura de modo que possa acompanhar as discussões e se preparar para as leituras seguintes”, conclui Dambros.

Da assessoria

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s