Ariane Severo abre inscrições para oficina de Literatura, Psicanálise e Cinema

Texto: Assessoria
Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio

A psicanalista e escritora Ariane Severo vai orientar duas oficinas em Porto Alegre. As atividades iniciam na segunda semana de março e têm vagas limitadas. 

A quinta edição da Oficina de Literatura, Psicanálise e Cinema vai analisar e debater o filme Meia-noite em Paris, de Woody Allen, a partir de 10 de março, às terças-feiras, das 18 às 21 horas. Durante três meses, num total de doze encontros de três horas de duração (36 horas aulas), os alunos assistem ao filme e trabalham os aspectos da criação literária e cinematográfica, produzindo textos com a sensibilidade de cada um. Após o encerramento, serão realizadas sessões de apresentação e debate do filme.

Nas edições anteriores os filmes trabalhados foram: Julieta, de Pedro Almodóvar, Freud Além da Alma, de John Huston, Rapsódia em Agosto, de Akira Kurosawa e Relatos Selvagens, de Damián Szifrón.

Dia 11 de março começa a Oficina de Literatura e Psicanálise Tudo em Movimento 2020, que acontece desde 2014. As aulas, com duração de nove meses, acontecem às quartas-feiras, das 17h às 20h, num total de 32 encontros de três horas. A oficina inovou ao incluir, além das técnicas essenciais da arte de escrever, textos psicanalíticos que contribuem para a construção do personagem, ambiente e ação. Destaque maior ao processo criativo tão valorizado por Sigmund Freud e outros autores contemporâneos. Ao final, junto a uma atividade cultural, será lançada, na Feira do Livro de Porto Alegre, uma coletânea de contos.

Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail ahelena.rilho@yahoo.com.br ou (51) 99703-8175 (whatsapp), com Ana Helena Rilho.

Sobre a autora
Ariane Severo é psicanalista e escritora. Publicou os livros Os Dois Lados do Espelho: Relato de uma Experiência em Psicanálise Vincular (2015), O Suave Mistério Amoroso: Psicanálise das Configurações Vinculares (2014), Encontros & Desencontros: A Complexidade da Vida a Dois (2010) e colaborou na obra Transmissão Transgeracional e a Clínica Vincular (2006), sem contar a publicação de diversos artigos em revistas especializadas. Lançou também o romance Nina – Desvendando Chernobyl, finalista, em 2018, do Prêmio Jabuti.

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s