Maiara Alvarez: Essencial para nós, pessoas escritoras brasileiras

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

Sério, tô trazendo uma resenha de um livraço. Ok, talvez não seja algo de enorme público, pois, antes de servir à pessoa leitora, serve à escritora (o que não impede qualquer outro uso desta obra, que fique isso posto).

Em 2017, quando o livro foi assinado e autografado pela autora Kátia Regina Souza na Feira do Livro de Porto Alegre, ficou marcada à caneta na primeira página a seguinte dedicatória: “Espero que o livro te ajude na tua jornada!”.

Desculpe, Kátia, mas só li teu livro, comprado com tanto carinho, mais de três anos depois. No final, me pareceu o meu momento certo para absorver tudo o que ele tinha para me ajudar. O livro — como entidade — me é essencial na minha jornada. Já o teu livro, como objeto, como obra, me ajudou hoje nesse passo da minha jornada. E eu só tenho a agradecer.

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil é um livro escrito a muitas mãos. Primeiro, é um livro-entrevista, formado por uma complexa teia de respostas alinhavadas pela excelente organização e escrita da Kátia. Segundo, é a conclusão de várias mãos da Kátia ao longo do Curso Livre de Formação de Escritores da Metamorfose. Terceiro, as mãos que contribuíram para transcrever tanta palavra falada.

O resultado dessa miscelânea de mãos é um retrato desenhado como muito esmero de um momento da Literatura Fantástica no Brasil. É claro que ele está dentro de um quadro que, de uma forma ou de outra, precisou escolher o seu escopo. Dentro do que Kátia quis e também pode “fotografar”, estão nada menos que 52 pessoas, entre autores e editores, da LitFan nacional.

Entre os assuntos tratados nas conversas, estão medos e desafios da pessoa escritora, aspectos vividos dentro das chamadas publicações tradicionais e das publicações independentes, a importância da edição (algo que eu, particularmente, ainda vejo precisar de muito mais espaço e investimento), o processo criativo, um panorama da área fantástica, a divulgação do trabalho, como lidar com críticas e, talvez mais importante, como lidar com um trabalho que, sozinho, na grande maioria dos casos, não vai gerar uma vida financeiramente sustentável.

Já vi muita história de editora que oferece coisas e não cumpre, ou, por outro lado, autores que colocam o ego na frente da realidade e esperam muita coisa das editoras (das gráficas, na verdade), e acabam frustrados porque não têm retorno. (p. 79)

Ou seja, se você deseja mais que escrever, publicar, de uma forma ou de outra, este livro deve fazer parte da sua estante. Vamos dizer que, se você deseja publicar fantasia e/ou ficção fantástica ou de especulação, estou declarando — com a liberdade e o pequeno poder que me dá este espaço na web esfera — que A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil é parte da sua lista de leituras obrigatórias. Se você escreve outros gêneros, vou ser boazinha e dizer que está na sua lista de bibliografia complementar.

E faça como a Kátia. Depois de ler este livro, converse com outras pessoas, conheça a sua área (seja ela, agora, qual for). Como explicou Janayna Bianchi:

Todos os perfis de iniciantes se beneficiam de procurar outros escritores. Ou até outros leitores, pessoas que estejam dispostas a dar feedbacks, leitores beta com um olhar crítico. O perfil “Sou a promessa da literatura brasileira contemporânea” se beneficia ao ver que não, você não é, e o perfil “Nossa, sou o pior escritor do mundo” se beneficia ao ver que não é bem assim, você pode estudar técnicas, há saídas, escrever não é algo que se nasce sabendo. Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. (p.152)

Eu concordo, Janayna. Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito. 🙂

Kátia Regina Souza é escritora e jornalista, formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). É ficcionista e revisora, e atualmente traduz e revisa textos literários e técnicos. Especialista em Produção e Revisão Textual pela UniRitter, e Tradução – Inglês pela Universidade Estácio de Sá.

A Fantástica Jornada do Escritor no Brasil
Kátia Regina Souza
178 p.
R$ 45
Editora Metamorfose
Comprar aqui (link externo)

Maiara Alvarez é bacharel em Jornalismo e especialista em Leitura e Produção Textual. Conta histórias desde que aprendeu a repeti-las de forma oral. Foi criança que inventou palavras. Jovem, notou que poderia criar algo maior. Trabalhou no terceiro setor, participando de eventos literários e escrevendo projetos, um deles premiado nacionalmente. Escreve, edita e fotografa. Atua com revisão desde 2011, com jornais, relatórios, produções acadêmicas e ficção, e hoje ministra uma oficina na área.
Foto: Acervo pessoal

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Uma resposta para “Maiara Alvarez: Essencial para nós, pessoas escritoras brasileiras

  1. A Fantástica Jornada do Escritor é uma obra que elucida com primazia o cenário da escrita literária. Como professora de Grupo de Leitura e Escrita na Editora Metamorfose, recebi o honroso convite para colaborar na obra da Kátia, com as ilustrações em que eu havia criado para um outro livro de minha autoria, também no mesmo gênero – O legado.
    Assim que parabenizo a querida amiga e autora, e sou grata por 3 das minhas imagens constarem no livro.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Jacira Fagundes Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s