Dois plaquetes de poemas chegam ao catálogo da Bestiário

Edição: Vitor Diel com texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre divulgação

Livro de pequena espessura, o plaquete agora é um formato que integra o catálogo da editora porto-alegrense Bestiário. A estreia é marcada por dois títulos: Melhor é ser um peixe, de Diego Petrarca, e Outros vanguares, de Machado Bantu.

Ambos os livros têm menos de 40 páginas e formato 14 x 21 cm. Em sua obra, Petrarca explora o universo poético de um alter ego de natureza aquática para tratar de temas como desejo, memória, inconsciente e intuição: um peixe personagem que afirma sua necessidade de existir, de algum modo, entre as águas, tendo a água sempre como destino.

Já Bantu explora, em seu plaquete, a metalinguagem., lirismo, projeção amorosa. Poemas enxutos que não se apresentam como solução ou amparo, mas que conduzem a uma ressignificação da época em que vivemos, num trabalho cuja escrita foi iniciada ainda antes do período de isolamento social.

As obras estão disponíveis no site da editora (link externo).

Sobre os autores:
Diego Petrarca nasceu em Porto Alegre em 20 de março de 1980. Mestre em Teoria Literária – Escrita Criativa. Publicou os livros: Nova Música Nossa (crônicas), 1998; Mesmo (poesia), 2003; Banda (poesia), 2002; Via Cinemascope (poesia), 2004; Cada Coisa (Multifoco-poesia), 2012; Vento & Avenca (Athy-haicais), 2012; Hai-Cábulos, (Dulcinéia Catadora) com Andréia Laimer, 2012; Tudo Figura, 2014, – selecionado pelo Plano de Edições do Instituto Estadual do Livro (indicado ao prêmio AGES poesia 2015) e Carnaval Subjetivo (Bestiário), 2018. Premiado em concursos literários. Integrou 18 antologias, publicou textos e poemas em jornais e revistas. Trabalha em projetos de literatura e jornalismo literário. É professor de literatura do Estado do RS e ministra oficinas literárias em órgãos de cultura em Porto Alegre.

Machado Bantu é Rodrigo Abrahão Machado Gomes, nascido em Porto Alegre/ RS em abril de 1976 . Morador de Alvorada desde 1987, quando foi com sua mãe e suas duas irmãs integrar uma Ocupação Popular pela luta da habitação. Escreve poemas desde os 11 anos, teve alguns poemas publicados em jornais alternativos e livros de coletâneas de poesias de temas diversos.

Melhor é ser um peixe
Diego Petrarca
32 p.
Bestiário
R$ 20
Compre aqui (link externo)

Outros vanguares
Machado Bantu
36 p.
Bestiário
R$ 20
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s