Um passado de amor e música

Marcelo Villas-Bôas resgata história de seu pai, conhecido pianista, em uma Porto Alegre de meados do século XX

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre foto de divulgação

O ano é 1941. Quando alguns porto-alegrenses andavam de canoa pela Rua da Praia, o jovem Aristides Villas-Bôas, com dezesseis anos de idade, abandonou os estudos clássicos de piano e começou a encantar seus ouvintes na execução de canções populares, integrando-se logo ao conjunto de músicos boêmios da capital. Porém, ao contrário de outros colegas famosos, Aristides nunca abandonou sua esposa Noêmia e seus três filhos, Marcelo, Clarice e Clara; ao contrário, sempre deu a eles o melhor de seu temperamento amoroso e leal.

Por essa razão, o filho mais velho, autor de Um piano dentro da noite, não recorda somente Aristides como o consagrado pianista, mas como o pai que o acompanhava nas matinês dos velhos cinemas, e se dedicava inteiramente à família nos veraneios nas praias gaúchas e no sítio do bairro da Agronomia.

“Li seu livro em grande parte revisitando a mim mesmo. Voltei ao adolescente que fui, e que à noite ouvia pela Rádio Guaíba o inesquecível programa Um Piano Dentro da Noite. Em cada página se vai redescobrindo o melhor da MPB dos Anos Dourados, pelo conjunto e pela arte de seu pai e pelas letras que abrem cada capítulo. Para mim, percorrê-lo equivaleu a um retorno à Porto Alegre que existiu aqui, com seus bondes, seu livre território do porto, onde não havia sombra de muro, suas praias, como a nossa Ipanema, que florescia, atraente como as jovens deusas que a frequentavam, junto a um límpido Guaíba, os bailes da Reitoria, do Clube do Comércio, as reuniões dançantes das faculdades”, escreve Liberato Vieira da Cunha.

Um piano dentro da noite: o amor de Noêmia e Aristides está disponível por R$ 50 pelos e-mails villas.marcelo@gmail.com ou editoraescuna@gmail.com. Marcelo Villas-Bôas autografa na 67ª Feira do Livro de Porto Alegre no dia 10 de novembro, às 16h.

Sobre o autor
Marcelo Villas-Bôas é jornalista, com passagens na imprensa do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Brasília. Trabalhou no Diário de Notícias, Folha da Tarde, Correio do Povo (em Porto Alegre e na sucursal de Brasília), A Notícia (SC), Zero Hora, sucursal de O Globo em Porto Alegre e Gazeta Mercantil Regional. Em assessoria de imprensa atuou por trinta anos na Assembleia Legislativa, tendo sido Superintendente de Comunicação Social em oito oportunidades e, por concurso, ingressou no Governo do Estado. Aos 46 anos de contribuição, pediu sua aposentadoria. Nos últimos anos, Marcelo participou de duas coletâneas de contos – Contos Contemporâneos, de 2019, da Oficina de Alcy Cheuiche, e Literando, da Oficina de Lúcio Feliciate, no mesmo ano. Em 2020, publicou pela Lettere & Parole o seu Contos de Porto Alegre. Quando lhe sobrou tempo, Marcelo voltou a fazer na literatura o que fez em toda vida profissional: escrever.

Um piano dentro da noite: o amor de Noêmia e Aristides
Marcelo Villas-Bôas
112 p.
R$ 50
Editora Escuna

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s