Romance de estreia de Camila Maccari narra conflitos internos de criança em luto

Em ‘Dias de se fazer silêncio’, Maria precisa ressignificar sua vida, suas relações e sua família a partir da doença terminal do irmão mais novo

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre foto de Carolina Ferronatto

As relações no interior de uma família são postas à prova quando um dos membros, um menino de 10 anos, está doente e não tem prognóstico de cura. Esse é o pano de fundo de Dias de se fazer silêncio, romance de estreia da jornalista Camila Maccari, publicado em março deste ano pela Editora Bestiário. O ponto de partida da narrativa é o momento em que Rui volta para casa do hospital pela última vez, depois de anos de idas e vindas que transformaram a rotina de todos os moradores. “Não é, contudo, um relato triste, mas, sim, humano, e que nos faz pensar em todos os nossos limites quando ainda temos o desejo de felicidade”, afirma o escritor Luiz Antônio de Assis Brasil, que assina a contracapa da publicação.

A história é narrada a partir de Maria, irmã mais velha que se sente obrigada a fazer silêncio constantemente, numa conduta claustrofóbica que ocupa as entrelinhas de todos os espaços. Lidando com a iminência de uma morte que é dada como certa desde as primeiras páginas, ela precisa descobrir o que fazer com seus sentimentos, frustrações, expectativas e decepções. Para a autora, o romance fala sobre a impossibilidade da dicotomia quando o assunto são desejos e sentimentos. “Cresci ouvindo, como se fosse punição, que não se pode ter tudo e era proibido prestar a atenção na parte que falta. Acho que nessa narrativa consigo ir além: não se pode ter tudo, mas o que falta sempre vai faltar e é preciso reconhecer isso também. É preciso aceitar o que vem e descobrir o que fazer com isso, tanto com a parte do todo que você quer e teve, mas também com aquela que você quer e não pode ter. Aquela ausência também é tua”. Sobre o trabalho da escritora estreante, Assis Brasil não economiza nos elogios, afirmando ser “uma autora excepcional, que detém por completo o domínio da história e sabe como contá-la, usando uma linguagem dotada de conotação nos momentos certos e de forte realismo quando necessário”.

Escrito entre metade e final de 2017, o livro é o resultado do mestrado em Escrita Criativa na PUCRS. O miolo ficou dois anos parado até que a autora decidiu pela publicação, motivada pela gravidez da primeira filha. “Escrever esse livro ocupou muito de mim e deixar ele parado no computador não ajudava a liberar espaço. Achei que precisava fazer isso antes da minha filha nascer”, explica. Não deu certo. Com o livro editado e prestes a ir para a gráfica, chegou a pandemia e a decisão de adiar o lançamento: “Depois, com um bebê em plena pandemia, a vida acontece no seu próprio tempo e a distribuição acabou sendo em 2021 mesmo”, explica.

Sobre o autor
Camila Maccari nasceu em Sarandi, interior do Rio Grande do Sul, em 1992. Trabalha como redatora publicitária enquanto cuida da filha e do que mais for necessário. Criou a newsletter https://tinyletter.com/despreenchimento pra tentar dar vazão à escrita que não se resolve apenas por pensamento. A periodicidade é “de vez em quando, só quando precisa muito mesmo”.

Dias de se fazer silêncio
Camila Maccari
138 p.
R$ 38
Editora Bestiário/Class
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s