Nova HQ mistura folclore brasileiro e lendas urbanas em clima de terror

Voltada para público +18, ‘Mandinga!’ conta a história de uma sereia demoníaca

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre reproduç
ão

Muitas histórias foram contadas sobre lendas urbanas e outras, cheias de elementos do folclore brasileiro. Poucas delas, contudo, foram contadas a partir do ponto de vista dessas lendas, que estão vagando pelo nosso país longe dos olhos incautos, convivendo com as tecnologias futuristas que o século vinte e um providencia para os seres humanos comuns. Mas as lendas têm malemolência, tem jogo de cintura, e fazem a mandinga que for necessária para continuarem vivas nos corações e nas mentes dos brasileiros.

A trama de Mandinga! segue a trilha de Luna, uma mulher bonita e confiante que esconde um segredo – ela é a lenda Cotaluna, uma sereia demoníaca que seduz e leva suas vítimas para o oceano para devorar. Por engano, ela comete o pecado de assassinar uma outra lenda e com isso provoca o deus Tupã, que pode colocar uma maldição sobre a Terra. Cotaluna precisará recorrer a outras lendas, como a mula, o saci e a rasga-mortalhas para ajudá-la a fazer uma mandinga para apaziguar a ira de Tupã.

A atmosfera desta história em quadrinhos pode ser descrita como um suspense com pitadas de aventura e requintes de crueldade, até porque é indicada para leitores maiores de dezoito anos. Os desenhos de Danilo Aroeira trazem uma combinação perfeita entre o traço realista e a expressividade do mangá em tons de cinza que emprestam o volume e a dinamicidade para a história, mantendo o perigo à espreita em cada página. Guilherme Smee se debruçou sobre as lendas brasileiras para desenvolver Mandinga!, e além do Saci e da Mula-sem-Cabeça, personagens chave do folclore nacional, outros seres mágicos menos conhecidos também darão as caras na HQ.

A dupla de quadrinistas se conheceu na edição 2019 da Comic Con Experience, quando dividiram uma mesa no Artists’ Alley do evento. A oportunidade de fazer uma parceria surgiu com a promulgação do edital de quadrinhos da Lei Aldir Blanc da Secretaria da Cultura e do Turismo de Minas Gerais. Smee e Aroeira foram contemplados com a premiação do edital em 2020 e esta história em quadrinhos só pode ser desenvolvida a partir de tal concessão do governo do estado.

Mandinga! está em pré-venda no site catarse.me/mandinga (link externo) oferecendo um brinde exclusivo para os trinta primeiros apoiadores. Mandinga! tem 60 páginas em papel offset 90g impressas em preto e capa colorida, no formato 14,8 x 21 cm e lombada quadrada. As entregas da pré- venda estão previstas para o início de agosto de 2021.

Madinga!
Guilherme Smee e Danilo Aroeira
60 p.
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s