Reflexões sobre o espírito do nosso tempo

Jornalista Coca Trevisan disserta sobre ideologias, violências e contradições do século XXI

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio sobre foto de divulgação

Uma imersão no  pensamento vivo do nosso tempo. Esta é a experiência prometida pelo livro Violências Culturais, do jornalista Coca Trevisan. A obra reúne crônicas e reflexões publicadas em seu blog ao longo dos anos e que versam sobre as contradições, as armadilhas e as ilusões do mundo contemporâneo — perspectivas que o autor forjou a partir de filmes, livros, canções e ideais que reverberam além das telas, toca-discos e das páginas dos clássicos literários.

Confira abaixo um trecho da crônica A ilusão derradeira:

A ilusão global pode salvar nossas utopias? Não sei, pode ser, mas acho que o individualismo vai seguir dominando, não como utopia totalizante, mesmo porque a própria utopia é vista com irrealidade. Apesar dos pesares. Wolff ainda acredita numa paz universal: o problema são os “Trumps” da vida. Entre 1991 e 2016 foram criados 2700 km de novas fronteiras além dos conflitos na Catalunha, Escócia etc. Atravessar os mares no século XIX era mais fácil do que atualmente navegar no Mediterrâneo.

A globalização acentuou culturas regionais, ideologias mudaram, novas linguagens surgiram, mas as culturas regionais exigem respaldo às suas tradições. Aí se ligam individualismo e coletivismo, pois estamos falando de culturas milenares europeias, asiáticas e africanas. Nesse ponto, lembro que ficar isolado pode não ser uma boa ideia, pois o individua lismo pode derrubar certas ilusões, talvez as últimas.

Violências Culturais já está disponível para pré-venda — com frete grátis e marcador temático — no site da Memorabilia Store (link externo). O lançamento físico e sessão de autógrafos está programado para 7 de maio na Feira do Livro de Santa Maria, às 10h.

Sobre o autor
O jornalista Coca Trevisan nasceu em Santa Maria, RS. Atuou como repórter e redator nos jornais NH, de Novo Hamburgo; VS, de São Leopoldo e Jornal Alto da XV, de Curitiba. Como profissional freelancer assinou matérias em diversos periódicos. Participou de workshops e atuou em debates sobre a Indústria Cultural dos anos 1980/90. Mais recentemente, concluiu pela PUC-RJ o Curso de Extensão Origens do Existencialismo. Mantém e abastece o blog Violências Culturais, plataforma de onde selecionou o material deste livro. Atualmente mora em Florianópolis, SC.

Violências Culturais
Coca Trevisan
192 p.
R$ 49
Editora Memorabilia
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s