A Semana de 22 segundo Luís Augusto Fischer

Em novo e extenso ensaio, autor propõe uma releitura sobre a construção do modernismo paulista como ponto zero da cultura brasileira do século XX

Edição: Vitor Diel
Arte: Giovani Urio sobre reprodução

No dia 25 de junho, sábado, às 16h, tem lançamento na Livraria Taverna (Rua dos Andradas, 736 – Centro Histórico – Porto Alegre/RS) o livro A ideologia modernista: a Semana de 22 e sua consagração, de Luís Augusto Fischer. O autor conversa com Juremir Machado e Tatyana Maia e autografa em seguida.

Com iguais doses de erudição e humor, agudeza interpretativa e fluência argumentativa, o autor desmonta mitos em torno de Mário, Oswald e demais participantes de um dos eventos culturais mais influentes (ou não?) do século XX. De quebra, oferece um passeio informativo através da recepção historiográfica da Semana ao longo dos últimos cem anos.

“Quero mapear o modo como o modernismo paulista — o modernismo paulista de Mário de Andrade, em essência — virou o parâmetro geral e inescapável de validação da cultura brasileira em todo o século XX. Meu centro de interesse não é propor uma nova interpretação para o fenômeno (algo que vai aparecer, na parte final do trabalho), mas entender por que o dito modernismo paulista foi convertido numa espécie de gênese da boa literatura brasileira, ou um big bang da literatura válida”, explica o autor na apresentação.

Sobre o autor
Luís Augusto Fischer é professor titular de literatura brasileira na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com pós -doutorado na Sorbonne (Paris VI). Crítico literário, ficcionista e ensaísta, é autor de Duas formações, uma história: Das “ideias fora do lugar” ao “perspectivismo amerindio”, Machado e Borges, Inteligência com dor: Nelson Rodrigues ensaísta, entre outros.

A ideologia modernista: a Semana de 22 e sua consagração
Luís Augusto Fischer
448 p.
Editora Todavia
R$ 99,90
Comprar aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s