A floresta e o sobrenatural na colônia alemã

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio

Nas terras desoladas e frias do Sul do Brasil, no final do século 19, Anna Schutz, a jovem filha de um pastor, é obrigada a abandonar seu sonho de ser escritora para se casar com um homem rude e violento. Sozinha na vastidão da mata, ela conhece a misteriosa e decidida Mathilde e se envolve num ritual que a levará para o canto mais profundo de si mesma. Esta é a sinopse de de A Floresta, terceiro livro do escritor gaúcho Daniel Gruber.

A novela, lançada exclusivamente em formato digital, conta uma história de horror sobrenatural ambientada na região de colonização alemã do Sul do Brasil. Paisagens áridas e desoladas, uma floresta misteriosa, rituais de bruxaria e uma presença ancestral são os ingredientes da obra, primeira narrativa longa do autor.

“Com uma escrita envolvente, que repercute as características da obras clássicas de terror, sem deixar de nos surpreender a cada novo capítulo, Gruber descreve cenas desconcertantes que testam, ao limite, nossa capacidade de empatia e nos fazem refletir sobre vingança, punição e sacrifício”, explica a escritora Irka Barrios na apresentação.

De acordo com o autor, o livro foi todo escrito entre março e julho deste ano, durante o clima de tensão causado pela pandemia do Covid-19. Gruber se inspirou em livros de filmes de folk horror (chamado no Brasil de “horror rural”) e de terror psicológico para compor a história, que acompanha duas mulheres pelo ambiente dominado por homens do final do século XIX.

O livro já está disponível em e-book para Kindle e pode ser adquirido pelo site da Amazon (clique aqui). Quem não tiver o aparelho de e-reader pode ler no celular, tablet ou pelo próprio site.

Sobre a obra, Cláudia Lemes diz: “A Floresta é uma novela que arranha o desconfortável, o blasfemo e o sinistro, deixando o leitor preso a cada palavra. Recomendado para fãs de A Bruxa“. Já André Timm defende que: “Uma floresta, uma colônia alemã e algumas personagens com motivos de sobra para desejar o mal. Gruber não precisa de muito mais do que isso para fazer um terror rural inebriante”.

Sobre o autor
Daniel Gruber nasceu em Novo Hamburgo (RS) em 1984. É escritor, mestre em estudos culturais e doutor em escrita criativa pela PUCRS. Publicou os livros de contos O Jardim das Hespérides (2017), finalista do Prêmio Sesc e Minuano de Literatura; e Animais diários (2019), ambos pela sua própria editora, O Grifo. A Floresta é sua primeira narrativa longa.

A Floresta
Daniel Gruber
Terror
166 p.
R$ 6,66
Edição independente/Amazon

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s