Íntimo, pessoal e quase sem forma

Raquel Zepka estreia na literatura com poemas que passeiam por vários locais da imaginação, da vida e da intimidade

Edição: Vitor Diel sobre texto da assessoria
Arte: Giovani Urio sobre divulgação

Resultado de um compilado de escritas pessoais, Disformia Desatada, livro de estreia de de Raquel Zepka, é uma obra que reúne poemas curtos escritos desde 2018 e que falam sobre o feminino, sobre morte, sonhos, fragilidades pessoais, misticismo e erotismo. “É quase como se fosse um diário aberto, de pensamentos compartilhados e mentiras compartilhadas”, explica. Foi após cinco meses de oficina literária conduzida pelo escritor pernambucano Marcelino Freire, que Raquel decidiu publicar. “Ele me fez acreditar que era possível compartilhar estes escritos, e foi um dos maiores incentivadores”, conta a diretora teatral.

Denominados pela autora como um “diário de mentiras”, os poemas de Disformia Desatada são vistos por ela como um ritual que transforma o estado do mundo com o mistério da imaginação. A escrita tem sido ofício dentro do fazer teatral, onde exerce a função de dramaturgista, e desde de 2015 tem escrito para teatro.

Raquel autografa Disformia Desatada na quarta-feira, dia 22 de dezembro, às 18h30, na Livraria Bamboletras (Gen. Lima e Silva, 776, Cidade Baixa — Porto Alegre/RS).

Confira abaixo um dos poemas que integram a obra:

ANSITEC

Não conseguir dormir
é andar por uma estrada escura
com sapatos apertados
Ouvir o galo cantar é o alarme de que eu falhei
sobre ter paz interior
Todos os carneiros que conto são cinza
e estão sangrando
Desço as escadas e vejo a lua
e as folhas da minha cor que despencam sonolentas
Um universo inteiro vermelho e prateado
Privação de sono é a piada sem graça
que minha cabeça conta para meu corpo
Detesto o sol
porque ele sinaliza mais uma vez
a derrota da noite

Sobre a autora
Raquel Zepka (Porto Alegre, 1990) é atriz, diretora teatral, dramaturga, poeta. Formada em Teatro pela Universidade Federal de Santa Maria, pós-graduada em linguagem audiovisual e mestranda em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Atualmente pesquisa dramaturgias que radicalizem barreiras entre o real e o ficcional.

Disformia Desatada
Raquel Zepka
69 p.
R$ 40
Editora Patuá
Compre aqui (link externo)

Apoie Literatura RS

Ao apoiar mensalmente Literatura RS, você tem acesso a recompensas exclusivas e contribui com a cadeia produtiva do livro no Rio Grande do Sul.

Literatura RS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s